Cinema/TV? É mais Evento/Não-Evento

A diferença entre cinema e TV está-se a esbater progressivamente. Neste momento, começo a ver isto mais como evento/não-evento. A prova disso mesmo? Três antestreias repletas de pessoas (no Arrábida Shopping, no Colombo e, pelo sétimo ano consecutivo, sala cheia no El Corte Inglés) e, numa escala mais pequena, um pub com dois dos seus espaços particularmente bem preenchidos. A seguir, ficaram para ouvir três idiotas a falar do que acabaram de ver. (Sendo que um desses idiotas sou eu.)

Game of Thrones está confirmada como evento. Aliás, anteontem vi várias pessoas, em Portugal, a perguntar onde podiam ver o episódio. Não “em que canal”, mas em que espaço físico. Quer seja por não terem o Syfy subscrito, quer seja por quererem ver com amigos, quer seja por não o quererem ver sozinhos. Está a acontecer algo que foi tão bem retratado em cenas de um episódio de Dharma e Greg sobre o final de Seinfeld,1 também ele um evento televisivo. Uma situação pouco usual por cá, mas que acontece bastante lá fora em situações pontuais. (Episódios especiais, finais de temporada, de série, etc.)

Se quiserem um sítio para ver os episódios, a Cervetoria vai acompanhar a temporada. E, de duas em duas semanas, estarei lá a gravar este podcast sobre a série. Apareçam!

Obrigado ao Edgar e à Liliana, e à Cervetoria. A Cabeça do Ned está de volta!


  1. S01E22, “Much Ado During Nothing” [YouTube

#GameOfThrones e #ACabeçaDoNed: é hoje

O dia vai ser giro. A partir das 2h da manhã, fugir aos spoilers até ver o episódio, que deverá ser mais à noite, ainda antes da estreia no Syfy.1 À tarde, antes de ir à antestreia,1 montar as coisas para a gravação. Até ver o episódio, fugir aos spoilers, o que implica desligar-me quase totalmente da internet durante umas valentes horas. No meio disso, estender a roupa, fazer uns telefonemas e ler mais um bocado do livro que ando a ler.

Tenho de agradecer aos que me deixam colar cartazes por aí (e ainda tenho alguns para distribuir): negócios locais à volta do sítio onde vou gravar os episódios. Sítio esse – a Cervetoria, em Lisboa – que também tem pessoas incansáveis a torcer para que as coisas corram bem, mas sem grandes pressões. (O que é fixe, porque assim sou apenas eu a pressionar-me.) E aos que deram apoio nesta fase de lançamento da temporada. Aos contactos dos contactos e amigos dos amigos.

Por isso: Se quiserem ver Game of Thrones em companhia de pessoas, com uma sala reservada exclusivamente para esse efeito e, depois, tiverem paciência para ouvir três tipos a falar sobre o episódio que acabou de dar, venham à Cervetoria (aqui) a partir das 22h e desfrutem. Se não o puderem fazer hoje, façam-no no dia 31 de Julho, ou no dia 14 de Agosto, ou no dia 28 de Agosto. A Cabeça do Ned vai gravar ao vivo em todas essas noites. Para os outros episódios, serão (em princípio) gravações em estúdio, como sempre, na Rádio Zero.

Se forem fãs portugueses de Game of Thrones que gostem de podcasts, espero que ouçam. Aqui, no Sapo, na Apple Podcasts, no Android, na Mixcloud, na SoundCloud ou noutras aplicações que vocês usem.


  1. Não é para me gabar – ok, talvez seja um pouco – mas vou à antestreia.